0

Meu Carrinho

R$ 0,00
Cookies: a gente guarda estatísticas de visitas para melhorar sua experiência de navegação. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Psyllium 300g em Pó.

0 opiniões
Ref: 1048 4

Gramas

* Campos Obrigatórios

R$ 85,40
8x de R$ 12,51 com juros
ou R$ 76,86 no boleto bancário Mais formas de pagamento
190

    Descrição

    O que é?


    Psyllium, também conhecido pelo nome botânico Plantago ovata ou Plantago psylium, ou ainda pelo nome popular de Ispaghula é uma planta rica em fibras alimentares – cerca de 70 g de fibra solúvel em 100 gramas de Psyllium - nativa de regiões do Oriente médio. Além disso, possui em sua composição mucilagens que são usadas na indústria alimentícia como agente de consistência e para formação de géis.


    O Psyllium Quallitá, age como auxiliar na digestão e tem propriedades laxativas, contribuindo para a evacuação intestinal. Apresenta também a capacidade de reduzir o colesterol sérico total, diminuindo o LDL e aumentado o HDL.


    Como age no corpo


    Psyllium normaliza o tempo de trânsito intestinal, aumentando ou diminuindo este tempo, conforme a necessidade. Favorece o amolecimento das fezes e reduz a necessidade de esforço para a evacuação, atividade muito útil em casos de hemorroidas. Devido a sua digestibilidade, as fibras alcançam o cólon, praticamente inalteradas, causando aumento do volume de conteúdo colônico com consequente ativação da motilidade propulsora.


    É indicado para obstipação crônica, agindo como coadjuvantes da evacuação intestinal em casos de hemorroidas, gravidez, convalescença, períodos pós-operatórios e senilidade. O uso de Psyllium retarda tanto o esvaziamento gástrico, como a absorção de glicose a partir do intestino delgado.


    Psyllium tem ação laxativa suave, pois capta água e aumenta o tamanho do bolo fecal. Em estudos realizados demonstrou também possuir a propriedade de reduzir o LDL (colesterol ruim) e aumentar o HDL (colesterol bom). Quando ingerido antes das refeições pode reduzir o apetite, proporcionando um atraso no esvaziamento gástrico e aumentando a sensação de saciedade. Psyllium também tem a função de ligar-se às moléculas de carboidratos simples impedindo sua absorção a nível intestinal.


    Como age?


    A alimentação do homem moderno tem cada vez menos espaço para fibras e cada vez mais espaço para gorduras saturadas, condição que além de contribuir com a epidemia de obesidade que vivemos, aumenta drasticamente o risco de doenças cardiovasculares e de outras doenças como o diabetes, por exemplo. Estudo de 2010 afirma que o consumo de fibras reduz glicose, insulina e grelina, reduzindo assim a quantidade de açúcar circulante e a sensação de fome.


    As mucilagens presentes na composição do Psyllium absorvem considerável quantidade de água, aumentando o volume fecal que por sua vez aumenta o lúmen intestinal. Seus efeitos ultrapassam o âmbito intestinal. Retardando tanto o esvaziamento gástrico como a absorção de glicose a partir do intestino delgado. Seus óleos também favorecem a propriedade laxativa. Psyllium favorece o amolecimento das fezes e reduz a necessidade de esforço para evacuação, atividade muito útil em casos de hemorroidas.


    Estudo publicado em 2008 afirma que mulheres pós-menopausa se beneficiam do uso de Psyllium, pois nesse estudo que contou com 11 voluntárias por 6 semanas, obtiveram melhora em seus parâmetros sanguíneos de colesterol, o que é de grande auxílio na diminuição do risco de doenças cardiovasculares. Estudo realizado em 2007 por 6 meses com 141 pacientes hipertensos e com sobrepeso concluiu que Psyllium foi capaz de auxiliar no gerenciamento de peso, na diminuição dos níveis de colesterol e glicemia e como adjuvante na estabilização da pressão sanguínea.3


    Os resultados e indicações são avaliados e comprovados pelo fabricante e baseados nos estudos das ações do mesmo, descritos na literatura.


    Principais indicações


    Segundo os farmacêuticos da Quallitá este produto é indicado para:


    Aumento da sensação de saciedade, auxiliando no emagrecimento;
    Melhora da motilidade e equilíbrio intestinal (trânsito intestinal);
    Diminuição da absorção de gorduras e açúcares;
    Auxílio na redução de peso e diminuição do risco de doenças cardiovasculares;
    Auxiliar no controle do Colesterol; 
    Eficaz no tratamento da Colite, diabetes, diarréias, hipertensão, inflamação da pele e úlceras.


    Literatura


    1. Informe técnico do fornecedor Purifarma;
    2. Batistuzzo, José Antônio de Oliveira, et al. Formulário Médico Farmacêutico. 4ª edição, São Paulo: Pharmabooks Editora, 2011.
    3. CICERO, A. F. G. et al. Different Effect of Psyllium and Guar Dietary Supplementation on Blood Pressure Control in Hypertensive Overweight Patients: A Six-Month,Randomized Clinical Trial. Clinical and Experimental Hypertension, v. 29, pg.383-394, 2007
    4. Cícero AF et al. Clin Exp Hipertens 2007; 29(6):383-94.
    5. AHMED, I. et al. Investigation of Anti-diabetic and Hypocholesterolemic Potential of Psyllium Husk Fiber (Plantago psyllium) in Diabetic and Hypercholesterolemic Albino Rats. International Journal of Biological and Life Sciences, v. 6, n. 3, pg.185-189, 2010
    6. ANDERSON, J. W. et al Long-term cholesterol-lowering effects of psyllium as an adjunct to diet therapy in the treatment of hypercholesterolemia. American Journal of Clinical Nutrition, v. 71, pg. 1433-1438, 2000
    7. ANDERSON, J. W. et al. Cholesterol-lowering effects of psyllium intake adjunctive to diet therapy in men and women with hypercholesterolemia: meta-analysis of 8 controlled trials. American Journal of Clinical Nutrition, v. 71, pg. 472-479, 2000
    8. BERNEDO, N. et al. Allergy to Laxative Compound (Plantago ovata seed) Among Health Care Professionals. Journal of Investigation on Allergology, Clinics and Immunology, v. 18, n. 13, pg. 181-189, 2008
    9. BLISS, D. Z. et al. Dietary fibre supplementation with psyllium or gum arabic reduced faecal incontinence in community-living adults. Nursery Research, v. 50, pg. 203-213, 2001
    10. CHATURVEDI, N. et al. Cereals Nutraceuticals, Health Ennoblement and Diseases Obviation: A Comprehensive Review. Journal of Applied Pharmaceutical Science, v. 1, n. 7, pg. 06-12, 2011
    11. DE BOCK, M. et al. Psyllium Supplementation in Adolescents Improves Fat Distribution & Lipid Profile: A Randomized, Participant-Blinded, Placebo-Controlled, Crossover Trial. PLoS ONE, v. 7, n. 7, 2012
    12. GANJI, V.; KUO, J. Serum lipid responses to psyllium fiber: differences between pre and post-menopausal, hypercholesterolemic women. Nutrition Journal, v.7, n.22, 2008
    13. GARCÍA, J. J. et al. Effects of Plantago ovata Husk on Levodopa (with Carbidopa) Bioavailability in Rabbits with Autonomic Gastrointestinal Disorders. Drugs, Metabolism and Disposition, v. 37, n. 7, pg. 1434-1442, 2009
    14. KARHUNEN, L. J. et al. A Psyllium Fiber-Enriched Meal Strongly Attenuates Postprandial Gastrointestinal Peptide Release in Healthy Young Adults. Journal of Nutrition, v. 140, pg. 737-744, 2010
    15. KARIM, S. et al. Psyllium husk to increase HDL-cholesterol: Placebo-controlled study. Professional Medical Journal, v. 17, n. 4, pg. 711-714, 2010
    16. KHALILI, B. et al. Psyllium-associated anaphylaxis and death: a case report and review of literature. Annuals Allergy, Asthma and Immunology, v. 91, pg. 579-584, 2003
    17. MOREAUX, S. J. J. et al. Psyllium Lowers Blood Glucose and Insulin Concentrations in Horses. Journal of Equine Veterinary Science, v.31, pg.160-165, 2011
    18. MOVAHEDI, A. Postprandial and chronic effects of Basil seed, husk of Psyllium and Black seeds on blood parameters in female rats. A thesis submitted in partial fulfillment of the requirements for the degree of Master of Science to the Department of Nutrition and Food Science of the Faculty of Agricultural and Food Sciences at the American University of Beirut. Beirut: 2006, 87 pág.
    19. MURAD, S. et al. Psyllium hydrophilic mucilloid is effective in hyperlipidemia causing atherosclerosis. IJPRD, v. 2, n. 11, 2011
    20. NARAYAN, R. Meet Psyllium: A Fiber Product with Potential Cardioprotective Effects. Nutrition Noteworthy, v. 7, n.1, 2005
    21. SAEEDI, M. et al.  Evaluation of binding properties of Plantago psyllium seed mucilage. Acta Pharmaceutica,v. 60, pg.  339-348, 2010
    22. TORTOLA, L. et al. Uso de psyllium para controle de constipação em cães. Ciência Rural, v.39, n.9, p.2638-2641, 2009
    23. ZANDONADI, R. P. et al. Psyllium as a Substitute for Gluten in Bread. Journal of American Dietary Association, v.109, pg.1781-1784, 2009
    24. ZIAI, S. A. et al. Psyllium decreased serum glucose and glycosylated hemoglobin significantly in diabetic outpatients. Journal of Ethnopharmacology, v.102, pg. 202-207, 2005

    Composição

    Composição/Validade
    Psyllium                                 300 g


    Excipiente qsp 1 cápsula vegetal
    Validade: 4 meses.


     


    Os resultados e indicações são avaliados e comprovados pelo fabricante e baseados nos estudos das ações do mesmo, descritos na literatura. Não os garantimos, visto que, eles variam de indivíduo para indivíduo e dependem de vários fatores como: hábitos alimentares, exercícios, patologias pré-existentes e do uso do produto, seguindo a posologia indicada.

    Modo de Usar

    Sugestão de modo de usar: dissolver 1 colher de sobremesa em 1 copo de suco e ingerir 30 minutos antes das principais refeições 2 vezes ao dia, logo após ingerir mais 1 copo de água cheio. Pelo menos dois copos de água bem cheios, para a hidratação completa e expansão do Psyllium, ou conforme orientação de um profissional habilitado.

    Advertência

    Pode acontecer de, tanto pela quantidade, quanto pela densidade dos produtos, a fórmula encomendada apresentar mais de 1 (uma) cápsula por dose. Se isso ocorrer, será informado no rótulo a quantidade correta de cápsulas a serem tomadas.


    Os resultados e indicações são avaliados e comprovados pelo fabricante e baseados nos estudos das ações do mesmo, descritos na literatura. Não os garantimos, visto que, eles variam de indivíduo para indivíduo e dependem de vários fatores como: hábitos alimentares, exercícios, patologias pré-existentes e do uso do produto, seguindo a posologia indicada.


    Advertências:


    É recomendado um intervalo de 1 a 2 horas entre a ingestão de fibras e outros medicamentos. Pode ocorrer um aumento do efeito quando utilizado com outros produtos ricos em fibras ou pectina.


    Recomendações gerais importantes. Leia antes de usar:


    1. Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.
    2. Imagens meramente ilustrativas.
    3. Pessoas com hipersensibilidade à(às) substância(s) não devem ingerir o produto.
    4. Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.
    5. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.
    6. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.
    7. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.
    8. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres amamentando (pode diminuir a produção de leite) e grávidas sem orientação médica.
    9. Medicamentos em cápsulas não podem ser partidos ou mastigados.
    10. Os resultados descritos variam de pessoa para pessoa dependendo de diversos fatores como alimentação, prática de exercícios físicos, presença de outras patologias, bem como, o uso correto do produto conforme descrito na posologia.
    11. "SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, UM MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO".


    “Não se trata de propaganda e sim descrição do produto, consulte sempre um especialista.”
    "Venda sob prescrição de profissional habilitado, de acordo com a Resolução 586/2013 do Conselho de Farmácia. Nossos farmacêuticos estão habilitados para prescrição farmacêutica. Consulte-nos!"
    “O estabelecimento farmacêutico deve assegurar ao usuário à informação e orientação quanto ao uso dos medicamentos solicitados por acesso remoto” RDC 44 de 17 de agosto de 2009, Artigo 58.”

    Formas de Pagamento

    Boleto Bancário

    no Boleto/Transferência

    Cartão de Crédito
    Nº de parcelas Valor da parcela Juros Valor do Produto